quinta-feira, 13 de abril de 2017

Óculos Cartier

Roupa, sapato, joia, cabelo, barba e tudo o que você usa normalmente reflete um pouco da sua personalidade. E os óculos, definitivamente são os que mais marcam no visual de alguém, por isso sua escolha deve ser muito mais criteriosa e pessoal, afinal de contas eles revelam sem nenhuma palavra um pouco de você.

Na estreia da nossa coluna começarei falando de joias. Sim, isso mesmo. Óculos também podem ser joias! Não só pelo seu valor, mas pela sua matéria prima e estilo. Peças em ouro 18k estão cada vez mais frequentes no rosto dos antenados. Usualmente discretos sem ostentar nenhuma marca, eles são chiques por si só.

Uma das grifes precursoras nessa vibe  ́óculos ostentação` é a Maison Cartier. Fundada em Paris, no ano de 1847 pelo joalheiro Louis-François Cartier, com um histórico de inspirações nos mais diversos continentes a Cartier uniu o seu destino ao das Cortes Reais do mundo inteiro, com 15 patentes reais se tornando fornecedora de várias dinastias. E depois de algum tempo cai na graça também das celebridades.

A linha Phantere da Cartier, desenvolvida desde de 1914, como um símbolo de feminiliade e indepedência da grife, é destaques com a nova coleção dos óculos. Pra quem gosta de história - ou de séries da Netflix, como a The Crow -, sabe que o Duque de Windsor abicou da coroa real por um amor, e este foi simbolizado pela Cartier em uma joia com o formato de pantera. A duquesa por três anos seguidos exibiu diferentes jóias da coleção Panthere Cartier, causando frisson este as mulheres da Corte, também com esses diamantes!! Quem não desejaria!

Os óculos desta coleção tem o DNA de joia da grife, fabricados a mão na França, as peças exibem a desejada pantera em ouro ou tintas fabricadas no Japão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário